Escrever Menos e Ganhar Mais Dinheiro com seu Blog

Eu acho muito difícil sugerir acertadamente um número de posts (artigos) que você deva escrever por semana em seu site ou blog. Eu posso, obviamente, chegar a um bom número de artigos que eu posso escrever em meu blog, mas esse número será um bom número para mim e talvez não para você. Existem vários fatores que irão definir qual é o número ideal de artigos para você escrever, e neste artigo irei tratar exatamente sobre esse tema.

Para você ter uma ideia, quando alguém possui vários blogs, manter todos eles alimentados de forma profissional fica cada vez mais difícil. Mesmo que você contrate pessoas para escreverem para você, quem já se aventurou nesses mares sabe que não é uma tarefa fácil encontrar bons escritores que realmente tenham algo a dizer para além de lero-lero.

Então, o que farei aqui é listar alguns fatores que devem ser considerados na hora de decidir o número de posts que você vai escrever em seu blog, e com base nesses fatores você poderá chegar a um número que seja bom para você sem prejudicar seu site ou blog.


escrever menos e ganhar mais dinheiro

Como ganhar Mais Dinheiro Escrevendo Menos

Há alguns anos atrás, quando os primeiros blogueiros começaram a ganhar dinheiro através da internet, iniciou-se uma corrida por criação de conteúdo. Como havia pouca concorrência e SEO como conhecemos hoje nem existia, o que importava era ter várias páginas, mesmo que com conteúdos irrelevantes. Nessa época, devido a falta de concorrência, quanto mais páginas houvesse em seu site, tanto mais acessos ele teria e tanto mais dinheiro você ganharia. Acontece que as coisas mudaram completamente nos dias atuais. Hoje a diversidade de conteúdo é gigante e os motores de busca e indexação estão mais inteligentes.

Na atualidade, ter várias páginas já não é mais sinônimo de ter vários acessos e obter altos ganhos com seu site ou blog. Como a concorrência é grande, deve-se focar na qualidade e não na quantidade. Por exemplo, se você pretende criar três artigos básicos por dia em seu blog, prefira juntar os três e criar apenas um super artigo. De fato, artigos bons, com conteúdo realmente útil têm mais chances de obterem backlinks e de serem compartilhados pelos leitores. Então, escrever um artigo bom em vez de três “mais ou menos” é muito mais prudente. Artigos “meia-boca” geralmente acabam esquecidos no meio dos outros, como ninguém compartilha ou cria links de volta para eles, esses artigos acabam indexando mal nos motores de busca e indexação, e por isso vão parar lá nas últimas páginas dos resultados das buscas.

Note que eu não estou dizendo para você escrever um artigo por dia. Tudo vai depender do seu tempo disponível. No exemplo, a dica foi: caso você tenha tempo para escrever três artigos de má qualidade, junte os três e crie apenas um de boa qualidade. Agora, se você tem menos tempo disponível para escrever, em vez de criar um artigo de má qualidade por dia, prefira escrever apenas três ou dois, ou ainda um único artigo de boa qualidade por semana. Como você pode perceber, o que importa no final das contas é a qualidade final do artigo. Se você é um expert sobre um determinado assunto, é provável que você consiga criar três ou até mais artigos úteis e de boa qualidade por dia, e não há nada de errado nisso.

Algumas pessoas defendem que deve-se respeitar o tempo de proliferação do artigo, tempo este que gira em torno de três dias a uma semana. No caso, essas pessoas acreditam que cada artigo precisa de tempo para todos os seguidores do seu site lerem-no, compartilharem-no e divulgarem-no; e assim sendo, escrever artigos todos os dias poderia afetar a proliferação de cada um. Essa teoria pode ter algum fundamento, é verossímil, como diria um amigo meu. Não obstante, para aqueles que possuem dois ou mais blogs ou sites, escrever um artigo por dia em cada um deles não quebraria essa regra de proliferação, visto que o público é diferente.

Eu, particularmente falando, não sigo essa tal regra, ao menos não por respeito a ela. Acontece que, muitíssimo raramente eu escrevo mais de um artigo por dia por blog. Mas, se eu tivesse tempo disponível para tal, não hesitaria em criar dois ou mais artigos por dia em um blog, desde que fossem artigos realmente relevantes para o público.

Escrever Textos Longos ou Breves

Alguns defendem que um texto bom deve ter mais de 300 palavras e outros defendem que o importante é o artigo ser útil. Eu acredito que é um tema muito relativo. Por exemplo, se o artigo possui um vídeo, não é necessário ele ter muitas palavras escritas, pois no vídeo está todo o conteúdo. Eu acredito que o Google e demais motores de busca e indexação consideram mais o tempo que os visitantes fiquem no site e também a eficácia do conteúdo em detrimento do quantidade de palavras ou caracteres do texto. Por exemplo, se um visitante chega até seu site buscando por algum termo no google, fica no seu site dez minutos e não acessa os outros sites dos resultados, temos aí um site com conteúdo bom, que resolveu o problema do visitante. Agora, se o visitante chega até seu site através do Google, fica trinta minutos em seu site mas acaba acessando outros sites do resultado da busca, temos aí um conteúdo que não foi tão bom assim, que não resolveu o problema do visitante. Então, é claro que o site mais útil, mais eficaz ranqueará melhor que os outros, mesmo tendo menos texto, mesmo o visitante ficando menos tempo nele. Esse comportamento de classificação é o mais certo e é o esperado dos motores de busca inteligentes. Agora, como todos bem sabem, existem vários fatores que influenciam na indexação de um site, mas a utilidade deles é, ou deveria ser, um dos principais entre eles. Por isso alguns defendem que o importante é o conteúdo ser satisfatório para o leitor, não importanto qual tamanho o texto final venha a ter. Se você consegue satisfazer o seu leitor com 200 palavras, ótimo!, se precisar de 3 mil palavras para tal, perfeito!

Conclusão

O importante a fixar aqui é que o foco deve ser o leitor final, você deve procurar sanar as dúvidas dele, não importando quantas palavras precisará utilizar para tal. Quando se escreve unicamente para preencher um requisito de quantidade mínima de palavras, fatalmente acaba-se “enchendo linguiça” e escrevendo lero-lero. Os bons leitores percebem rapidamente quando um blogueiro está o enrolando, e muitos deles abandonarão o site e procurarão respostas em outros sites, o que é ruim tanto para o leitor (perdeu o tempo dele entrando em seu site) quanto também para você que perdeu um leitor e também pontos no ranqueamento de sites dos motores de busca. O bom é estar bom para ambas as partes, e para isso precisa-se escrever artigos realmente relevantes.

Fica aqui mais este artigo e espero que as dicas sejam úteis para vocês, caros leitores do blog.

About This Author

Webmaster com interesse principalmente nas áreas: Web Marketing, Wordpress, Otimização de Sites (SEO), PHP. Criador do <strong>Hot Links Plus</strong> e do <strong>Face Conversion</strong> <a href="http://ganhardinheiroblog.net/sobre">Veja mais sobre mim Aqui</a>

5 Comments

You can post comments in this post.


  • Anderson bons tempos antigamente era muito facil conseguir acessos, hoje é mais complicado, tem que trabalhar bem o artigo e aplicar técnicas de SEO onpage e offpage. O artigo tá ótimo, valew.

    Paulo F. 2 anos ago Reply


    • Paulo, pois é, antigamente as coisas eram diferentes, na atualidade é preciso algo mais para ter sucesso com um blog ou site.

      Anderson Makiyama 2 anos ago Reply


  • É o que tenho buscado fazer: escrever textos de qualidade.
    Como sou prolixo, tenho trabalho essa deficiência minha. Preciso ser mais direto ao ponto.
    Acho que o texto de um blog deve ser leve para evitar que o leitor leia uma parte e desista do restante por ser longo.
    Na verdade, para manter o leitor no blog, depende de vários fatores, como layout agradável, bons textos ou vídeos, SEO on page e por aí vai.

    Carlos Henrique 2 anos ago Reply


    • Carlos, concordo com vc. Eu, quando leio textos longos é porque estou muito interessado no assunto abordado ou quando percebo que eles são realmente importantes, mas geralmente para pequenas dúvidas dou preferência para textos mais objetivos, que vão direto ao ponto.

      Anderson Makiyama 2 anos ago Reply


  • Muito interessante o seu artigo…

    Realmente temos que sempre pensar no leitor do nosso blog, pois sem ele o nosso blog não é nada.

    Sempre quando vou escrever algum artigo, pesquiso o máximo de informações sobre o mesmo, o que acaba fazendo o artigo ficar muito grande, mas dai eu divido o artigo em tópicos e em pequenos parágrafos, assim fica mais fácil para que o artigo seja lido e não canse o leitor.

    Obrigado pelas dicas Anderson Makiyama.

    Lincon 2 anos ago Reply


Post A Reply