PBN, Fortaleza Social, Black Hat SEO, SEO Negativo, Money Site, Mini-Sites e Afins: ENTENDA TUDO HOJE

White-Hat-Black-Hat-Google

Talvez tudo isso possa parecer sem nexo algum para você. Mas acontece que na verdade há uma linha que liga todos esses temas, que é exatamente o posicionamento em buscas orgânicas. Quando se fala em buscador web não há como não pensar automaticamente no doutor Google, portanto vou usá-lo para explicar para você como essas coisas se interligam. Fica, porém, subentendido que o mesmo vale para os demais buscadores como Bing e afins.

Se você efetua uma busca no Google por um dado termo, por exemplo “Jóias raras”, o que vai definir o que o buscador vai exibir primeiro? Pois é, para isso o Google possui um motor de indexação e classificação de sites. Trata-se de um complexo sistema automatizado que considerando vários fatores vai determinar o que é mais relevante para dada busca. Então, com base no que o usuário pesquisou, o Google vai tentar exibir para ele aquilo que o satisfará.

Acontece que como trata-se de um robô, nem sempre essa classificação e indexação é certeira. Há vários casos de erros, falhas, etc. O objetivo do Google é sempre apresentar conteúdo de qualidade mais relevante na frente de outros resultados, mas isso nem sempre acontece. O famigerado caso do Pudim é ideal para exemplificar isso. Veja a imagem abaixo:

Pudim

Como você pode ver há aproximadamente um milhão oitocentos e cinquenta mil resultados para a palavra “pudim”. Acontece que na primeira página de resultados você vai encontrar um site sem conteúdo, que é o pudim.com.br. Veja na imagem:

caso pudim

Esse site não possui conteúdo algum, apenas uma imagem tosca de um pudim. Então por que o Google colocou ele na frente de mais de 1.800.000 outros sites? Ora, o Google é um robô, e segue regras de classificação. Então se você conhece um pouco sobre essas regras poderá utilizá-las a seu favor. Isso é chamado de SEO: SEARCH ENGINE OPTIMIZATION (Otimização para motores de busca)

SEO e Black Hat SEO

Há algum tempo eu achava black hat SEO totalmente desonesto, mas após algumas pesquisas e conversas com amigos mudei totalmente de opinião. Se você é desses que vira a cara logo que ouve falar de Black Hat SEO, sugiro que continue lendo para entender melhor, mas leia esse texto com a cabeça aberta para novas ideias. Combinado?

O Google prega que você deve criar conteúdo de qualidade e o resto é automático, mas isso não ocorre dessa forma. O Google não tem capacidade suficiente para definir o que realmente é um conteúdo de qualidade, vide o caso do “Pudim” que já citei. Então, se você apenas criar conteúdo de qualidade, pode nunca chegar à primeira página dos resultados das buscas, pois os seus concorrentes vão estar usando Black Hat SEO e forçando o Google a considerá-los mais relevantes que o seu artigo.

Mas o que o Google leva em consideração? Diversos fatores, meu amigo. Como por exemplo quantidade e qualidade de backlinks, texto âncora dos backlinks, Rejeição, Cliques, Acessos, Etc. E tudo isso é simulável. Black Hat SEO trata-se exatamente de simular fatores consideráveis pelo doutor Google para fazê-lo considerar seu site mais relevante que o site dos concorrentes.

Black Hat SEO Dá Penalização?

Pode dar, mas ninguém está livre de ser penalizado e perder posições nas indexações. Mesmo que você nunca tenha feito Black Hat SEO, seu site pode perder posições. Quem nunca viu seu site despencar após uma atualização de algorítimo do Google? Pois é. Além disso, como você vai conseguir concorrer de igual para igual com aqueles que estão lançando mão de Black Hat SEO? Sem falar do SEO Negativo, que explicarei mais à frente.

Todavia, existem níveis de Black Hat SEO. Há técnicas mais agressivas e técnicas mais lights. Algumas pessoas fazem assim: criam novos sites e nestes mandam ver o mais agressivo nível de Black Hat SEO possível, pois o objetivo é conseguir rapidamente subir posições no Google, e caso haja uma penalização, abandona-se esse site e parte para outro. Isso pode ser chamado de Técnica dos Mini-Sites, também chamada de Money Sites.

SEO Negativo

SEO Negativo (também conhecido como Reverse SEO) é uma técnica muito sacana onde o malvado em vez de melhorar o SEO do próprio site, trabalha para prejudicar o SEO dos concorrentes. Mas como se prejudica o SEO de um site? Ora, tudo o que pode levar a uma penalização por parte do Google pode servir para esse nefasto propósito. Por exemplo, alguém poderia criar back links de baixa qualidade apontando para o seu site; alguém poderia hackear seu site e instalar um vírus nele; alguém poderia sobrecarregar seu site com ataques do tipo DDoS; alguém poderia entrar em contato com os donos de sites onde você possua back links e solicitar a remoção em seu nome; etc, etc.

Então, mesmo que você não faça Black Hat SEO, alguém pode estar fazendo SEO Reverso para prejudicá-lo.

Mini-Sites / Money Sites

Tratam-se de sites pequenos, com poucas páginas (5 a 10) e com um objetivo simples: Ganhar Dinheiro (fazer vendas). Aqui não tem segredo, você primeiro escolhe um produto para divulgar, depois investiga qual é o melhor termo de busca (número de buscas, se é um termo quente, etc), registra um domínio e cria o site com as páginas. A ideia é tornar esse site o mais relevante aos olhos do GOogle para o termo de pesquisa que você escolheu. Então, como o site inteiro vai ser focado nesse termo e correlacionados, não será muito difícil torná-lo o mais relevante.

Há um excelente curso que explica todo esse processo passo a passo, que é o ~> Google Atirador de Elite

Então vai chegar uma hora que você vai ter, sei lá, 10 mini-sites focados em termos específicos e bem posicionados no Google, nessa hora o barulhinho de CASCH no seu celular não vai parar (kkkk).

O que é PBN

PBN (Private Blog Network) é uma rede privada de blogs. A técnica consiste em ter vários sites de nichos relativos com links apontando para o site principal (Money Site). Esses sites precisam ser criados com uma certa discrição para que o Google não desconfie que são seus. Por exemplo, se você criou lá 10 blogs sobre “Jóias raras” e eles já tem uma certa autoridade, você tem aí uma boa rede de blogs. Então bastaria criar um mini-site de algum produto relacionado a isso e nesses blogs por um link apontando para o Money Site. Claro que tudo deve ser feito com critérios, seguindo as boas práticas para evitar ser detectado e consequentemente penalizado.

Há também pessoas que alugam links em PBNs, então em tese você poderia alugar links provindos de uma PBN para alavancar o SEO do seu Site.

Fortaleza Social e Sinais Sociais

Quando você começa a criar back links manualmente é bom também criar sinais sociais. Sinais sociais são “Likes”, “Compartilhamentos”, “Tweets” em redes sociais. Isso ajuda na tarefa de fazer o Google acreditar que esses links que estão surgindo para o seu site são realmente naturais. Não é normal um site começar a ter vários backlinks de outros sites porém nada de sinais sociais. Então nada como Criar uma Fortaleza social até mesmo antes de começar a criar links de volta em sites, pbns, etc.

Existem formas de simular isso também, forçando curtidas, tweets e compartilhamentos em redes sociais. Não vou entrar em detalhes de como conseguir isso, pois não é o objetivo desse artigo, blz.

Como essas coisas se ligam?

Se você não conseguiu ainda captar a ligação entre tudo isso, leia o texto abaixo para entender melhor:

  1. Você quer ganhar dinheiro através de tráfego orgânico, então você escolhe um produto para promover, encontra a melhor palavra-chave, registra um domínio, contrata uma hospedagem web, e cria o seu site otimizando-o o máximo possível.
  2. Uma vez que o site está pronto e otimizado (seo on page) é hora de cuidar de SEO externo (SEO Off page). Aqui você pode começar com sinais sociais para construir sua fortaleza social.
  3. Agora que sua fortaleza está pronta, você pode começar a trabalhar a construção de links (link building) para seu site através de redes de blogs grátis. No caso, você pode criar sites de apoio em sistemas gratuitos como o blogspost, wordpress, wix, etc. Também é possível entrar em contato com donos de blogs e sites do mesmo nicho ou relativo e negociar um link para seu site. Guest Post também serve.
  4. Agora você pode começar a colocar links das suas PBNs ou de PBNs alugadas, apontando para seu Money Site. Quem for Criar uma PBN, vai precisar aprender a encontrar bons domínios expirados, e para isso nada melhor que este curso: Expired Domains

Bom, grosso modo podemos dizer que é isso, mas claro, isso vale apenas para você entender como as coisas se ligam, um curso prático vai ensinar etapa por etapa como fazer cada coisa.

Conclusão

Tentei explicar aqui de forma simplificada o conceito de algumas técnicas e termos utilizados no submundo do SEO. Mas se você quer ir a fundo e aprender mesmo como colocar em prática, o melhor curso de Black Hat SEO aqui do Brasil é esse aqui: Darkentopolis e outro curso que vai ajudar muito é o Google Atirador de Elite

Antes de encerrar, quero quebrar aqui a principal objeção de quem fala mal de Black Hat SEO, que é exatamente a alegação de que o Google pode Penalizar o site. É o seguinte, Qualquer site pode ser penalizado, mesmo sem praticar Black Hat SEO. Inclusive nesse exato momento alguém pode estar trabalhando um SEO Reverso para “phoder” com o seu site. E mesmo que você não queira usar Black Hat SEO no seu site principal, qual problema em criar novos sites para praticar e aprender sobre isso? E correr o risco de ganhar mais dinheiro, diga-se de passagem. 😀

Ah! e não acredite cegamente naquele seu amigo que fala mal de Black Hat SEO e lhe aconselha a ficar bem longe disso, pois ele pode ser um Black Hater inconfesso, tal qual a maioria dos praticantes atuais.

Em todo caso, sou um mar de compreensão, e vou entender seu ponto de vista, então pode deixar seu comentário abaixo tranquilamente, mesmo que ele seja divergente de tudo o que eu escrevi aqui.

Como saber se um Domínio foi penalizado, banido ou desindexado pelo Google

Quando você tem a ideia de criar um novo site, quase de instantaneamente já começam a aparecer as ideias de nome para o domínio. Claro que o próprio domínio deve ser muito bem pensado. O ideal é que a palavra-chave em foco esteja presente também no domínio, mas existem vários outros fatores que definem se um domínio é bom ou ruim.

Domínios antigos, que já possuem anos de “estranha digital” por padrão tem mais autoridade que os novos domínios. Há quem defenda que para um site ser listado entre os TOP 10 resultados das buscas ele precisa ter pelo menos uns 40 dias de vida. A quarentena do Google?

dominio banido do google adsense

Na verdade eu acredito que durante algum tempo o domínio não obtém uma pontuação muito alta, pois está exatamente sendo avaliado pelo buscador. Hoje em dia e cada vez mais, o que está sendo considerado é a interação que o visitante tem com o site. Isso mesmo, quanto tempo o visitante ficou no site, se ele visitou outras páginas do site, se ele voltou a buscar pelo mesmo termo novamente, etc. No caso, se um visitante fez uma busca por um dado termo, entrou no seu site, voltou ao Google e acessou outros sites, é um sinal de que seu site não satisfez o anseio do visitante. Nesse caso, o Google vai diminuir sua pontuação para aquele termo de busca, e aumentar a pontuação para o site onde em que o usuário entrou e se deu por satisfeito.

Contudo, para registrar domínio antigos você precisa tomar alguns cuidados. Um domínio que já foi registrado e já estava em uso por outrem, pode ter sido usado de forma imprudente e pode ter sido penalizado pelo Google, por exemplo. Já pensou você comprar um domínio expirado para criar um blog com intuito de veicular anúncios do GOogle Adsense, e descobrir que o domínio foi banido do Adsense? Imagine a dor de cabeça que você vai ter: abrir pedido de reconsideração, aguardar avaliação do Google, enviar provas da sua idoneidade, etc.

Para evitar essas dores de cabeça é importante saber se um domínio foi penalizado pelo Google antes de registrá-lo.

Como saber se um domínio foi desindexado do Google

O Google possui dois comandos que podem ser úteis para descobrir se um domínio foi desindexado. Veja-os:

1
site:dominioaqui
site:dominioaqui

E também esse:

1
info:dominioaqui
info:dominioaqui

No caso, você vai substituir dominioaqui pelo seu próprio dominio, ou no caso, pelo domínio expirado que você quer registrar. Você vai colocar isso na barra de endereço do seu navegador web e vai executar esse comando.

Isso fará o motor de busca Google exibir todas as páginas do domínio que estão indexadas no banco de dados deles. Não havendo nenhum resultado, significa que o site foi desindexado do buscador web.

É normal um dominio que expirou há muito tempo ser desindexado pelo Google, mas se o domínio expirou recentemente (menos de 1 mês) não é normal ele não estar indexado: isso pode significar que o domínio foi penalizado pelo Google.

Como saber se um domínio foi penalizado pelo Google

Saber se um domínio foi realmente penalizado e banido pelo GOogle não é tão simples. Mas, como eu disse anteriormente, se o domínio não está indexado e é um domínio que expirou há pouco tempo, então há fortes indícios de que sim, ele foi penalizado pelo Google.

Há alguns sites na internet que prometem fazer esse verificação para nós. Entre eles cito aqui o BannedCheck (http://www.bannedcheck.com/). O Banned Check promete revelar se seu site foi banido do Google Adsense e se foi Penalizado pelo Google.

Não como esse site faz para verificar se o site foi realmente banido pelo Google, então não posso assegurar que se trata de uma informação 100% exata.

Como saber se meu domínio está na lista-negra do Google

dominio suspenso google direitos autorais

Alguns sites e domínios podem entrar na lista-negra do GOogle, os motivos podem ser vários. Aqui vou mostrar uma ferramenta para verificar se o domínio sofreu pedidos de remoção de conteúdo. O site é esse Aqui: Google Transparency Report.

Esse ferramenta é oferecida pelo próprio Google, e permite consultar se um dado site ou domínio sofreu pedidos de remoção de conteúdo. Se houver muitas ocorrências do domínio nessa busca, significa que o site está na lista negra do Google, pois sites que sofrem esse tipo de pedido de remoção com frequência são sim penalizados e isso prejudica tudo, inclusive SEO (otimização).

Funciona assim, se um site ou domínio foi usado para oferecer conteúdo pirada (com direitos autorais) e o detentor dos direitos pediu a remoção do conteúdo, o site entra nessa listagem.

Como saber se um domínio está na lista negra por SPAM

Existem algumas bases de dados que armazenam informações sobre domínio que foram usados para prática de spam. Essas bases de dados geralmente oferecem uma api que pode ser usada para desenvolver soluções anti-spam. Por exemplo, você possuindo conhecimento em desenvolvimento de sistemas web, poderia criar um sistema que verificasse o comentário antes de publicá-lo no site, se encontrasse um link para algum domínio da lista negra, você simplesmente não publicava o comentário, mas colocava ele na caixa de spam do seu sistema.

Uma dessas bases é o UriBL (http://lookup.uribl.com/)

Outra base de Dados é a Base de dados usada pelo WordPress. O WordPress utiliza o Akismet. Isso é tão importante, que quando você instala o WordPress no seu servidor web, ele já vem com o plugin Akismet disponível na seção Plugin. Basta você ativar o plugin, fazer uma conta no site do akismet para obter uma API, informar sua chave a ele e pronto.

Para testar se um domínio está marcado como spam na base de dados do Akismet, basta deixar um comentário em algum site seu e colocar o tal domínio no corpo da mensagem. Tipo assim: “Oi amigo, gostei do seu conteúdo. É bastante relevante seu ponto de vista. Olha meu blog: http://dominioaqui”.

Detalhe é que você não pode estar logado no site. Abra uma nova aba anônima ou acesse o url do post em um outro navegador web, e daí sim deixe o seu comentário. Depois basta acessar o painel e verificar se o comentário foi para a pasta de “SPam” ou não. Se ele foi para lá, então significa que o domínio está na lista negra do “Akismet”.

Como saber se um domínio expirado é bom

Hoje em dia você não se tem mais falado em PageRank. Ele ainda existe, mas a base de dados não foi mais atualizada. Hoje em dia o pessoal tem falado em DA (domain authority) e PA (Page Authoriy), além de TF (Trust Flow). Então, para verificar a sanidade de um domínio, ou o seu nível de autoridade, você deve considerar os seguintes pontos:

  • DA – Autoridade do Domínio (O bom é nível 20 ou superior)
  • PA – Autoridade da página principal (O bom é nível 20 ou superior)
  • TF – Fluxo de confiança (O bom é nível 15 ou superior)
  • Backlinks – Links de Volta que apontam para o domínio. Aqui você avalia a quantidade de backlinks e também a qualidade. Você deve analisar o texto âncora que é utilizado, e também quais são os sites (pa, da, tf deles) que possuem links apontando para o domínio em questão. A métrica mínima é 50 backlinks de no mínimo 10 domínios diferente (de redes de ips diferentes)
  • Sinais Sociais – Se há compartilhamento nas redes sociais, bookmarks, etc.

Algumas ferramentas úteis:

  1. Majestic – Para ver TF e CF (Citation Flow) e backlinks
  2. Moz Open site Explorer – Para ver o DA e o PA do domínio e backlinks

Conclusão

Bom meus amigos, como vocês podem ver, dá pra obter muita informação sobre um dado domínio. Só precisa ter um pouco de paciência e estudar a fundo o domínio expirado que você quer comprar antes de comprá-lo.

Nada pior do que comprar um belo domínio, construir seu belo site e depois descobrir que ele está penalizado pelo Google. Aí é complicado, você só perdeu tempo e dinheiro.

Gostou do Artigo? Curta, Compartilhe, não seja mão de vaca!

😉

Como Configurar Plugin WordPress SEO Yoast Corretamente: Guia Definitivo

O Plugin WordPress SEO do autor Yoast é o mais popular plugin para otimização de sites do repositório do WP. Será que toda essa gente está errada e equivocada? Acho que não né!?

O Plugin é realmente excepcional, possui recursos fantásticos que realmente podem deixar seu site mais otimizado. Acontece que é preciso saber como configurar o plugin WordPress SEO Yoast Corretamente.

como configurar o plugin wordpress seo by yoast

Um pouco sobre o Autor Yoast

Na verdade, Yoast não é o nome verdadeiro, mas um apelido do autor que se chama Joost de Valk. Joost é um desenvolvedor Web, Marqueteiro digital e, é claro, SEO.

Joost fundou e participou de vários projetos online, como por exemplo o css3.info, Quix. Em 2010 fundou o Yoast, onde presta serviço de consultoria em SEO, Marketing Online, Otimização WordPress, etc. Dentre os clientes atuais dele, podemos destacar: Guardian, eBay, Disney Interactiv, etc.

Ele mora em Wijchen, perto de Nijmegen, na Olanda (Netherlands). Joost é casado e tem 3 filhos.

Site/blog dele: https://yoast.com/

Voltando ao plugin WP SEO By Yoast

Na internet há vários tutoriais e até vídeos mostrando como fazer a configuração do plugin do autor Yoast, mas percebo alguns equívocos neles. Alguns só dizem que é para fazer assim e pronto, sem dar o mínimo de detalhe sobre o que tal recurso faz e para que serve.

Foi então que resolvi criar essa série de vídeos mostrando como fazer a configuração do plugin de forma correta. Diferente dos outros vídeos e artigos que falam sobre esse plugin, procuro ir além e dar uma breve explicação do que cada coisa faz e qual sua importância em relação a SEO.

Como Configurar Plugin WordPress SEO Yoast Corretamente: Vídeo 01

Nesse vídeo explico como configurar o plugin wordpress seo yoast, em especial a seção Títulos e Metadados.

Eu abordo todas as abas da seção, que são: Geral, Início, Tipos de Posts, Taxonomias e Outros

Como Configurar Plugin WordPress SEO Yoast Corretamente: Vídeo 02

Nesse vídeo são abordadas as seções: Social, Sitemap XML, Links Permanentes, Links Internos, RSS, Importar e Exportar, Editor em Massa, Editar Arquivos e Extensões.

Atenção, essa parte do mapa é muito importante, você precisa ativar a geração do mapa do seu site no formato xml e posteriormente cadastrá-lo nas ferramentas do Google e Bing, pois isso ajudará esses motores de busca a conhecerem seu conteúdo e possivelmente indexá-lo.

Além disso, não deixe de conferir a parte onde mostro como cadastrar o url do mapa do seu site no arquivo robots.txt. Pois isso ajuda e muito na hora dos motores de busca encontrarem e indexarem o conteúdo do seu site.

Como Configurar Plugin WordPress SEO Yoast Corretamente: Vídeo 03

Nessa parte eu mostro como otimizar os posts e páginas utilizando os recursos do plugin WP SEO. Aqui mostro como aproveitar a própria análise que o plugin do Yoast faz no seu conteúdo para melhorá-lo.

Dentre os pontos abordados, podemos destacar: palavra-chave no título, densidade da palavra-chave no conteúdo, existência da palavra-chave em alguns subtítulos, tamanho do artigo em palavras, palavra-chave nas tags alt das imagens, palavra-chave existente no primeiro parágrafo, meta descrição, etc, etc.

Como Configurar Plugin WordPress SEO Yoast Corretamente: Vídeo 04

Nessa parte do vídeo mostro como pegar o url do mapa xml do seu site e como submeter o seu mapa xml para o Google e Bing, para que indexem suas páginas e posts e demais urls que você configurou.

Lembrando que essas ferramentas, tanto a do Google como a do Bing, permitem um relatório de posicionamento de palavras-chave. Ou seja, você pode verificar qual é a posição que seu site está aparecendo para buscas de determinadas palavras-chave ou frases-chave.

Isso tudo ajuda você ter um controle, saber o que precisa ser melhorado para conseguir alcançar a primeira página. Por exemplo, se você descobre que uma página de seu site está sendo exibida na décima primeira posição, você pode tentar melhorar a otimização dessa tal página um pouco mais, para que consiga pular para a primeira página de resultados.

Conclusão

Amigos e amigas, havendo qualquer dúvida sobre o plugin WordPress SEO do Yoast, ou qualquer outra dúvida relativa a ele, entre em contato que eu tentarei esclarecê-la.

Nesses vídeos mostrei como eu faço para configurar o plugin, mas muito além disso, mostrei também as razões por que configuro cada opção. É importante salientar que conforme o tipo de site, conforme a forma que se vai trabalhar com o WordPress, algumas configurações podem variar.

Mas no geral, essas configurações que mostrei no vídeo serão suficientes para 90% dos casos.

Fica aí a dica, e até o próximo artigo.

Ah!, não se esqueçam de se inscrever no meu canal do Youtube.

Curso de Otimização de Sites

As pessoas que possuem um site, em sua maioria, não conhecem o suficiente sobre SEO. SEO refere-se a tudo que envolve a otimização do site, mas engana-se quem acredita que só se deve otimizar aquilo que está no site. Uma otimização exemplar vai muito além do site em si. O fato é que um site bem otimizado deve ser bem planejado. A escolha do termo de busca (frase-chave) correto mesmo antes de se registrar o domínio é muito importante. Essas e outras informações essenciais são ainda pouco conhecidas e pouco difundidas por aqueles que a possuem. Então, por essas e outras razões, resolvi criar esse curso de otimização de sites em vídeos: Curso de SEO Top no Google e Bing

Por que mais um Curso de Otimização de Sites

Gente, se há uma coisa tediosa e até irritante é você ficar horas e horas assistindo uma vídeo-aula para ao final descobrir que não aprendeu nada. Acontece que eu já adquiri vários cursos (5x mais caros que o meu) sobre otimização de sites (SEO), porém notei que o pessoal só fica enchendo linguiça. O conteúdo interessante é ínfimo, e muitos ensinam técnicas ultrapassadas que já não funcionam mais, quando não fazem prejudicar o SEO de seu site.

Por causa disso é que resolvi criar esse curso, onde sou o mais objetivo possível. Diferente dos outros não fico enrolando você. Apresento o conteúdo de forma resumida e concisa. Apresento material que realmente funcionou e funciona em meus sites na internet.

Além disso, apresento técnicas de otimização novas, que não encontrei em nenhum outro curso que cursei. Isso tudo está disponível para você na área restrita.

O Que é Ensinado no Curso de Otimização de web sites

Nesse curso eu mostro tudo passo a passo, desde o início mesmo. Mesmo antes de ter um site na internet até a criação de backlinks de forma correta. No caso, para facilitar o entendimento, criei um novo site do zero e gravei os vídeos de todos os processos até estar com o site online otimizado. No curso você vai aprender tudo o que sempre quis saber mas não encontrou ninguém disposto a ensinar-lhe.

Você aprenderá

  • tudo o que precisa saber sobre planejamento SEO antes mesmo de registrar o domínio.
  • qual o domínio certo para o seu site, como registrá-lo e como hospedá-lo
  • tudo o que você precisa saber sobre otimização de conteúdo do site, títulos, tags, cabeçalho, etc.
  • você conhecerá plugins essenciais e indispensáveis que eu tenho utilizado para facilitar na tarefa de otimizar um site
  • Você aprenderá a forma correta de criação de backlinks
  • Você aprenderá a analisar seus concorrentes e até a aprender com eles.
  • Você aprenderá a descobrir várias dados dos teus concorrentes, inclusive quais são os backlinks deles.
  • Várias outras dicas e também conteúdo extra…

Cupom Promocional

Gente, o preço de lançamento desse treinamento é R$270, mas para quem é seguidor desse meu site estou dando um desconto (temporário) onde você pagará somente R$150. Lembrando que esse desconto ficará ativo somente até dezembro. Depois o cupom não será mais válido. O código do Cupom de desconto é promo150

Como usar o Cupom

Veja o passo-a-passo de como utilizar o cupom de desconto:

  1. Acesse a página de vendas: Curso SEO Top no Google e Bing e clique no botão Comprar
  2. Nessa página, clique no link “Possui um Cupom de desconto”. Veja:

    curso seo top google e bing

  3. Na janela que abrir, insira o código promocional, no caso: promo150. Note que ao clicar no botãozinho “OK”, o preço já é atualizado automaticamente. Olhe:

    curso otimizacao de sites

  4. Agora basta fechar a janelinha de adição do cupom e finalizar a compra já com o desconto aplicado.

    Galera, lembrando que esse cupom expira em 1 de dezembro desse ano (2014), então quem tiver interesse em aprender mais sobre SEO, não perca essa oportunidade.

    Para Afiliados

    Quem quiser se afiliar ao curso para promover para seus seguidores, fique à vontade. O meu Curso está disponível no Hotmart, basta procurar lá por “Curso de SEO Top no Google e Bing”. Alternativamente, você também pode acessar o link de recrutamento diretamente aqui: http://www.hotmart.com.br/recruit.html?to=5657C2349778

    Vantagens para os afiliados

    1. O Afiliado ganha 50% sobre cada venda do meu curso de otimização de sites
    2. O Afiliado conta com banners de várias dimensões para facilitar na divulgação
    3. Criei páginas de venda alternativas, bem como cupons de promoção (Escolha a página de venda que mais se adequa ao seu conceito de marketing)
    4. Cookie Eterno. Isso mesmo, configurei o cookie para que dure para sempre, sem período de expiração. Aumentando assim suas conversões.
    5. Criei alguns vídeos gratuitos com dicas sobre SEO. Isso é ótimo para criar campanhas de email marketing com autoresponders.

    Além disso, afiliados meus podem entrar em contato comigo por email a qualquer momento, seja para tirar dúvidas, sugerir dicas ou outro tema qualquer.

    Conclusão

    EM suma, nesse curso estou colocando todo o meu conhecimento sobre SEO, e além disso, tudo que vou aprendendo a cada dia, também estarei compartilhando com os assinantes do curso. Quem pagou uma vez terá acesso total para sempre, mesmo que eu lance novas versões, quem já assinou não precisará pagar novamente. Também estarei adicionando vários vídeos e conteúdos extras, sempre com o objetivo de agregar valor e satisfazer as necessidades dos assinantes.

    Interessados acessem já:


    Propostas de negócio, contate-me no email: anderson@ganhardinheiroblog.net

Como Escrever Artigos em Blogs. Ou: O conteúdo é Rei

É comum os blogueiros profissionais terem na ponta da língua a frase: “o conteúdo é rei”. Mas você já parou para pensar como fazer para se escrever artigos em blogs de forma realmente nobre? Pois é, pensando nisso escrevo hoje este artigo, citando alguns pontos que julgo essenciais ter em mente quando estiver criando artigos no seu blog.

o conteudo é rei

Vejamos alguns pontos:

Escreva sobre aquilo que você domine bem

Para um artigo ser realmente útil para o leitor, ele deve possuir um conteúdo realmente informativo. Não adianta de nada você escrever um artigo com 3 mil palavras, mas que só enrolam os leitores. Bem melhor seria se você escrevesse um artigo com menos palavras, mais objetivo, e deveras mais informativo.

Claro que, se há bastante conteúdo a ser exposto, não há problema em escrever um artigo com 3 mil palavras. O que é preciso deixar claro é que escrever longos artigos unicamente para agradar o Google, no final das contas não surtirá o efeito esperado. Pois muitos leitores, ao perceberem que você está apenas enrolando eles, acabarão por abandonar seu blog sem pestanejar.

A melhor forma de evitar o erro de se escrever artigos inócuos é exatamente escrever sobre aquilo que você domina bem, sobre aquilo que você tem conteúdo de sobra para expor em seus blogs. Do contrário, você estará sempre correndo o risco de estar apenas enrolando o seu leitor.

Segmente o Artigo em seções

Um artigo segmentado por subtítulos fica muito mais claro. Colocar subtítulos facilita sim o entendimento e torna a leitura mais prática, pois o leitor poderá ler apenas a parte que ele realmente tem interesse. Lembre-se: você está escrevendo um artigo e não um livro. Caso o seu artigo seja de um tema muito vasto, divida o conteúdo total em dois ou mais artigos e coloque em cada um deles um título bem relativo àquela parte do texto. Você pode dividir partes de um texto com subtítulos <h2>Subtítulo Aqui</h2>. Ou ainda colocando o subtítulo em negrito, assim: <strong>Subtítulo Aqui</strong>.

Use mídias alternativas ao Texto

Sempre que for possível utilize também mídias alternativas ao texto básico. Por exemplo, sempre que possível, coloque imagens ou vídeos no seu artigo. Muitos leitores preferem ler artigos que contam com essas mídias alternativas em detrimento do texto puro. Como já dizia Confúcio: “UMA IMAGEM VALE MAIS QUE MIL PALAVRAS”

Atenção! Não exagere no uso de imagens. Encher seu artigo com imagens desnecessárias e excessivas pode tornar-se um desserviço. Ter muitas imagens tornarão sua página lenta (demorada para ser definitivamente carregada no navegador web e exibida ao usuário); e como bem sabem os experts em SEO, páginas rápidas no carregamento são vistas com bons olhos pelo indexador do Google — ou Googlebot (robô de rastreamento da web do Google).

Outro fator que devemos considerar é o consumo de transferência de dados disponibilizada pela empresa onde você hospeda seu site. Imagens em excesso irão consumir bastante banda de transferência do seu servidor web, podendo até chegar a exceder o limite pré-estabelecido e levar seu site a uma suspensão. Claro que se você possui um servidor web dedicado ou mesmo um VPS (semi-dedicado), não haverá limite de consumo de banda de transferência. Contudo, é verdade que a maioria dos blogs são hospedados em servidores compartilhados e, portanto, possuem tal limite.

Em suma, é importante utilizar mídias alternativas ao texto no teu artigo, mas com moderação.

Leia o que você escreve. Ou: Evite erros hediondos

Quando estamos escrevendo, não raro cometemos erros de gramática. É bastante importante ler o texto quando terminamos de escrevê-lo, pois durante a leitura você notará com facilidade erros hediondos que podem ter passado desapercebidos durante o processo de escrita. Além disso, quando estamos lendo, percebemos com mais facilidade erros de concordância verbal, por exemplo. Não é à toa que “Escreveu não leu, o pau comeu” é utilizado como sinônimo de “deixar algo faltando”.

Uma ótima dica para melhorar sua escrita é você ler bastante livros. Textos encontrados na internet nem sempre são confiáveis, salvo se você conheça bem o autor dos mesmos e confie na escrita dele. Por conta disso, é preferível ler livros, pois é muito mais raro encontrar erros gramaticais em livros de que em textos publicados em páginas da internet. Quando se fala em chat, facebook, email, e outros meios de comunicação rápida online, as probabilidades de estar lendo um texto com erros é muito grande. Se você ler uma palavra errada várias vezes durante algum tempo, e não perceber que ela está errada todas as vezes que a lê, teu cérebro pode acabar registrando a grafia errada dela. A partir daí, além de você ler a palavra errada, começará também a escrevê-la erroneamente. Isso justificaria encontrarmos tantas ocorrências de “geito”, “entitulado”, “fudido”, etc. sem falar dos erros de concordância, como “haviam várias”, “já é 2 horas”, “tu é inteligente”, etc.

Otimizar (SEO) para Ganhar Dinheiro na Internet

Para quem pretende efetuar vendas através da internet e em especial através de sites ou blogs, é essencial dominar SEO. O que é SEO? Bem, seo é a abreviação de “Search Engine Optimization”, ou seja: “Otimização para Mecanismos de Busca”. Por exemplo, faça uma busca no Google pelo termo: Ganhar Dinheiro Blog.

Nos resultados de busca você vai notar que um dos primeiros (ao menos até a data da criação deste artigo) é exatamente o meu site aqui ganhardinheiroblog.net

Mas por que o Google colocou o meu site como o primeiro da lista de uma lista de Aproximadamente 5.400.000 resultados? A resposta é simples, meu site era o mais otimizado para este termo “Ganhar Dinheiro Blog”.

QUAL A IMPORTÂNCIA DE SEO PARA GANHAR DINHEIRO NA INTERNET

Se você pretende Ganhar Dinheiro com: sistemas PPC (Pay per Click), Programas de Afiliados, vender seus produtos ou divulgar seja lá o que for, ter um site bem otimizado e focado no teu nicho definirá se o teu site será um site de sucesso ou não. Por exemplo, de que adianta você ter um ótimo produto para vender online e ninguém saber que você vende tal produto? Como você vai ganhar cliques em anúncios se o teu site não possui visitação suficiente para gerar bons lucros? Sim, existem formas alternativas, porém receber milhares de acessos oriundos de internautas buscando teu produto na internet é uma das formas que mais convertem, pois é um público já interessado no teu produto ou serviço.

Como eu costumo dizer: ganhar dinheiro requer pessoas, então dominar SEO é essencial para todos que desejam pretendem ter um site de sucesso com vários acessos, e o melhor, com público alvo.

Escolha do Domínio

Após escolher o termo você deve procurar algum domínio onde o termo escolhido esteja presente. Por exemplo, se o termo escolhido for “O que e Seo”, temos:

– oqueeseo.com
– oqueeseo.net
– oqueeseo.org
– oqueeseo.com.br
– oqueeseo.info
– oqueeseo.ws
– oqueeseo. (alguma coisa)

Note que a extensão final do domínio não influencia em nada, o importante é o termo de busca estar presente no domínio. Caso o domínio já esteja registrado por outra pessoa, uma dica é procurar por dominios alternativos colocando o sinal “-” entre as palavras. Por exemplo:

– o-que-e-seo.com
– o-queeseo.com
– oquee-seo.com
– ETC…

Também é válido a forma invertida

– seooquee.com
– seooquee.net
– seo-oquee.com
– ETC…

Importância do Domínio

O Domínio é muito importante, pois é um fator muito relevante para os mecanismos de busca decidirem se o teu site é melhor para o usuário ou não. Note porém que não é somente o domínio que influencia para o teu site aparecer na primeira página de busca ou não. Um grande erro das pessoas é adquirir um domínio bom porém pararem por aí, achando que vão conseguir bons posicionamentos nos mecanismos de busca. Ledo engano deles. Um domínio bom, porém sem conteúdo otimizado não adianta de nada.

Lebrando que você pode registrar domínios .com.br no www.registro.br e domínios .com,.org, .net no site http://melhor.ws/go/hostgator

Otimização da Página Web

O conteúdo de uma página web deve estar otimizado ao máximo para conseguir bons posicionamentos. Ainda no nosso exemplo de palavras-chave escolhidas “O que e Seo”, um conteúdo otimizado significaria o seguinte:

a) Este termo deve estar no título da página dentro das tags de título desta forma: <title>O que e Seo</title>
Isso define o título do documento e é o que o usuário vê no topo do browser dele quando ele acessa o site. Também é este título que é indexado pelos mecanismos de busca.

b) O Termo deve estar presente na tag meta description. Veja:

<meta name=”description” content=”O que e seo, eBook Seo, PDF SEO, Curso SEO, Otimizar Site, Livro SEO”>

Notou que eu coloquei os outros termos relacionados ao termo principal na tag meta description? A idéia aí é atrair o usuário ao máximo pois esta descrição é exibida nos resultados dos mecanismos de busca. Um detalhe é que o limite para a descrição é 156 caracteres.

c) O cabeçaho principal do documento “h1? deve também conter o termo “O que e Seo”. Desta Forma: <h1>O que e Seo</h1>

d) Os subcabeçalhos h2, h3, etc, devem possuir também a palavra chave. Uma idéia é usar assim: “O Que e Seo: Subcabeçalho aqui”. Não é necessário que todos os sub cabeçalhos contenham o termo, mas ao menos alguns deles.

e) O termo escolhido deve estar presente no corpo do documento, e deve ter uma densidade de 1% a 3%. Note que repetir a palavra chave excessivas vezes pode ultrapassar o limite tido como normal e seu site pode ser penalizado, perdendo pontos em vez de ganhá-los.

f) O Corpo do documento deve possuir de 800 a 3000 palavras

g) O termo deve aparecer ao menos uma vez no primeiro parágrafo do documento.

h) As imagens do site devem conter nas tags “alt” o termo palavra-chave que você escolheu. Uma dica é também colocar a palavra-chave no nome da imagem. Exemplo: oqueeseo-imagem-topo.jpg

i) O ideal é o documento possuir 1 ou no máximo 2 links externos, que apontam para outro site. (deve ser site de conteúdo semelhante ou ao menos relacionado)

j) O conteúdo do site deve ser original, informativo e atrativo ao leitor. Sempre quando possível, utilize outros tipos de mídia como imagens, vídeos, etc. Evite também cometer erros hediondos de escrita, pois teu site perderá credibilidade.

k) Se você for colocar banner para outros sites, utilize a tag rel=”external nofollow” no link. Ter muitos links externos em tua página sem a tag nofollow devidamente configurada pode ser um motivo para penalização. Note que esses banner laterais ficam presentes em todas as páginas web, então exatamente por isso eles podem ser motivo de penalização para tua página, caso não tenham a tag rel=”external nofollow” configurada no link.

Para facilitar nossa vida, quem usa o WordPress, pode estar utilizando o plugin WordPress Seo para verificar se uma página web está otimizada ou não. A seguir vou falar mais sobre este plugin.

Plugin WordPress SEO

Um excelente plugin para você analisar e melhorar o SEO de uma página ou post de seu blog WordPress, é o Wordpres SEO do autor Yoast. Para instalar o plugin, na página de gerenciamento do WordPress, na seção Plugins clique em Adicionar Novo. Na caixa de busca digite “Yoast” e faça a busca. O primeiro resultado vai ser o WordPress Seo, clique e faça a instalação deste plugin.

Uma vez instalado o plugin, você verá na caixa de criação de posts ou páginas a tela a seguir:

plugin wordpress seo yoast

Em Focus Keyword, coloque o termo escolhido, no nosso exemplo “O que e SEO”. Este campo será utilizado pelo plugin para verificar se a tua página está ou não otimizada.

Em Seo Title, coloque o título que você deseja para a página, note que o plugin irá substituir o título original por este título que você digitar neste campo

Em Meta Description, digite a descrição da página, sempre obedecendo as dicas informados anteriormente.

Agora salve as alterações atualizando ou publicando o post ou página web que você estava editando. Feito isso, clique na aba “Page Analysis” do plugin WordPress Seo. Veja a imagem abaixo:

wordpress-seo ganhar dinheiro

Veja agora como este plugin é incrível, ele avalia várias coisas da página que você está editando. As cores das bolinhas indicam o seguinte:

a) Verde: Ótimo
b) Amarelo: Pode ser melhorado
c) Laranja: Precisa ser melhorado
d) Vermelho: Péssimo

O ideal é editar teu artigo até que todas as avaliações fiquem Verde.

Após fazer as modificações necessárias, salve o Post ou Página e volte a página de análises para verificar se está tudo verde, repita este processo até que esteja tudo certo no teu conteúdo.

Mapa do Site (sitemap)

O Plugin WordPress SEO gera um sitemap (Mapa do teu site) automaticamente. É sabido que muitos mecanismos de busca utilizam-se de sitemaps no formato xml para indexar tuas páginas web, então disponibilizar um mapa do teu site neste formato é essencial para conseguir indexação em tantos quantos mecanismos de busca for possível.

Note que o Plugin após instalado exibe sua própria seção no teu painel do WordPress com o nome de SEO. Nesta seção você tem acesso a todas as opções disponíveis deste plugin. Para visualizar o sitemap gerado automaticamente pelo plugin, vá em SEO >> XML Sitemaps. Veja na imagem abaixo:

xml-sitemap

Na próxima tela, tome o cuidado de deixar MARCADA a opção “Check this box to enable XML sitemap functionality.” e para visualizar o teu mapa de site clique no botão “XML Sitemap”. Veja na imagem abaixo:

xmlsitemap

Ao clicar no botão “XML sitemap” você será redirecionado para uma url parecida com esta: http://teudominio/sitemap_index.xml, onde teudominio será o domínio do teu próprio site, obviamente. Então, copie o link pois iremos cadastrar ele no arquivo robots.txt.

ARQUIVO ROBOTS.TXT

O arquivos robots.txt é um arquivo texto que fica na raiz do teu site. Nele você pode definir aos mecanismos de busca quais diretórios indexar e quais diretórios não indexar, informar o url do mapa do teu site, etc. Se você instalou o WordPress, saiba que ele gera o robots.txt em tempo de execução, portante se você acessar o FTP do teu site, não irá encontrar este arquivo robots.txt, porém para poder informar no robots.txt o url do mapa do teu site, será necessário criá-lo.

Cria um arquivo texto com o bloco de notas chamado robots.txt, abra-o para edição e insira o seguinte código dentro dele:

User-agent: *
Disallow: /wp-admin/
Disallow: /wp-includes/
Sitemap: http://teudominio/sitemap_index.xml

Salve as alterações e feche o arquivo. Note que você deve colocar invés de “http://teudominio/sitemap_index.xml”, o url que eu pedí pra você copiar, ou seja, o url do teu próprio mapa do site.

Agora você precisa enviar este arquivo para o teu servidor web onde o teu blog wordpress está instalado. Para isso, acesse o teu site via FTP e envie o arquivo robots.txt para dentro do diretório raíz, geralmente isso quer dizer dentro da pasta public_html ou www. Na dúvida, contate tua empresa de hospedagem e pergunte qual é o diretório raiz do site ou qual é a pasta pública onde você deve colocar o teu site.

Feito isso, quando algum motor de busca buscar informações sobre o teu site no arquivo robots.txt, irá encontrar o url para o mapa do teu site e irá indexar as páginas contidas no tal mapa.

Plugin Related Posts

O Plugin Contextual Related Posts insere links de outros posts relacionados ao post atual logo abaixo do seu conteúdo. Esse plugin é muito bom para ajudar na indexação de suas páginas, principalmente se você tem bastante posts já publicados. Às vezes, alguns posts que você criou podem não estar indexados nos mecanismos
de busca, utilizando esse plugin, talvez um post antigo que não esteja indexado seja exibido como um post relacionado a algum post já indexado, assim sendo, quando o mecanismo de busca ler o post já indexado, irá encontrar o link para aquele post antigo e indexar ele também.

Você pode baixar este plugin neste url: http://wordpress.org/extend/plugins/contextual-related-posts/

Veja uma imagem abaixo:

plugin-contextual-related-posts

O Plugin COntextual related posts possui várias opções interessantes, como: exibir somente imagem do post, procurar posts relacionados por apenas título ou título e conteúdo, configurar quantia de posts relacionados para exibir, etc.

Confiram também este artigo: Como Otimizar site WordPress: SEO OnPage e OffPage